Papa defende imigrantes que tentam ir à Europa

O papa Francisco pediu ontem que os países não tratem os imigrantes como se fossem mercadorias e denunciou as conexões mafiosas e a corrupção, durante sua primeira visita a Turim, no norte da Itália. "O espetáculo dos últimos dias, destes seres humanos tratados como mercadorias, nos faz chorar", disse o pontífice em um discurso a representantes do mundo do trabalho na Piazzetta Reale. No momento em que a União Europeia (UE) se encontra dividida a respeito de como receber os imigrantes, o papa criticou mais uma vez as manifestações de rejeição a eles, em particular no norte industrial italiano.

Continuar lendo

Mamadeira conectada e analisador de choro: a tecnologia desde o berço

É bem possível que, um dia, seus netos fiquem espantados ao saber que você sobreviveu ao berço sem a ajuda da tecnologia digital. Nos últimos anos, as feiras especializadas em tecnologia vêm trazendo inúmeras novidades voltadas especificamente para bebês – ou seus pais.Barata e com baixo consumo de energia, a tecnologia Bluetooth, assim como os cada vez mais presentes smartphones, vêm contribuindo para essa tendência. Mas não é só isso. Jovens empresários da indústria são hoje pais de família e encontraram nos filhos a inspiração para novas invenções.Assim surgiram a chupeta termômetro, a smartmamadeira, o analisador de choro e a escova de dentes hightech.

Continuar lendo

Táxi pela internet terá de pagar imposto, diz Haddad

A Prefeitura de São Paulo vai cobrar ISS (Imposto Sobre Serviços) do aplicativo Uber, que disponibiliza corridas pagas com motoristas particulares, segundo o prefeito Fernando Haddad (PT). "Determinei à Secretaria de Finanças para que, independentemente do fato de o serviço não ser regulamentado, cobre os impostos devidos. Eles [Uber] serão enquadrados no ISS. O imposto será cobrado", disse Haddad. O Uber é um aplicativo que permite ao cliente chamar carros de luxo com motorista. A empresa lançou neste mês um novo serviço, o UberX, mais econômico (com carros comuns). Os taxistas consideram o serviço ilegal e temem perder passageiros com a concorrência.

Continuar lendo

Dilma aprova corte no valor do abono do PIS

A presidente Dilma Rousseff sancionou ontem as novas regras do abono do PIS e do seguro-desemprego. Esta é primeira medida do pacote de ajuste fiscal do governo federal que tem sua aprovação publicada no "Diário Oficial da União". A partir de 2017, só terá direito ao abono integral do PIS, no valor de um salário mínimo, quem trabalhar com carteira assinada durante os 12 meses do ano anterior.

Continuar lendo

Para reduzir acidentes

As velocidades máximas permitidas nas marginais Tietê e Pinheiros serão reduzidas a até 50 km/h no próximo mês. O objetivo, segundo disse ontem o secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, é reduzir acidentes e mortes no trânsito. Em 2014, as vias lideraram o ranking de mortes: 40 na Tietê e 33 na Pinheiros. De acordo com a prefeitura, a velocidade das pistas expressas passará de 90 km/h para 70 km/h e das locais, de 70 km/h para 60 km/ h.

Continuar lendo

Crise na General Motors

A GM (General Motors) colocou, nesta semana, aproximadamente 6.500 funcionários em férias coletivas. A medida é destinada a profissionais de setores produtivos e terminará no final do mês. Do total, cerca de 4.500 são da fábrica de Gravataí (RS), onde são produzidos os modelos Prisma, Onix e Celta. Outros 1.700 são de São José dos Campos (97 km de SP), onde a fábrica já tem 780 metalúrgicos com contratos de trabalho suspensos temporariamente.

Continuar lendo

Rapidez para levar a hospital é a solução para salvar infartado

O tempo é fundamental para quem pretende salvar uma pessoa que sofreu infarto. Em geral, o infartado deve receber atendimento médico em até 20 minutos para que não sofra com sequelas permanentes. Claro, tudo depende da gravidade do caso e do quanto o coração foi afetado. Segundo o ex-jogador e comentarista Walter Casagrande Júnior, 52 anos, foi a rapidez com que o filho percebeu o infarto que o salvou da morte no último dia 29.

Continuar lendo

PM cobra prefeitura para definir segurança na Virada

Durante o anúncio da Virada Cultural deste ano, o comandante da Polícia Militar Reinaldo Zychan cobrou ontem da prefeitura a liberação da programação o quanto antes. Ele diz não ter recebido nada até agora. "Estamos muito preocupados por não termos a programação ainda. Não sabemos quantos homens deslocar e quais palcos vão funcionar durante a madrugada", disse em entrevista ao UOL. "A maioria dos crimes violentos ocorre durante a madrugada da Virada, e as prisões chegam a ser (em número) dez vezes maiores que em um fim de semana normal", disse.

Continuar lendo

Falha na inscrição

Universitários que tiveram de pagar matrícula e mensalidade do próprio bolso por conta das dificuldades encontradas no início do ano para renovar ou fechar contratos com o Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior) não estão conseguindo receber o reembolso do que foi pago. Como o MEC repassa para a faculdade de uma vez só o pagamento de um período letivo (semestre ou ano), a instituição deve devolver o dinheiro ao aluno que arcou com as prestações.

Continuar lendo